Tecnologia e governo: o futuro da democracia no SXSW 2016

Sonho Brasileiro

Entramos na democracia digital e o caminho é sem volta: os governos precisam passar a ver a tecnologia como ponto de partida para todas suas ações. Novas tecnologias e os inovadores por trás delas ressignificam processos e apontam para um amadurecimento democrático, que chega a novas pessoas e de forma profunda e complexa.

Depois dos tempos líquidos: espiritualidade contemporânea e a busca por propósito

Lowsumerism

A busca contemporânea por espiritualidade é observada em hábitos cotidianos que promovem, acima de tudo, autoconhecimento. Yoga, meditação, veganismo, medicina integrativa: são práticas distantes de dogmas e próximas do encontro com o “eu” e com um propósito maior. Neste comportamento emergente, observa-se uma subversão na ordem dos “tempos líquidos”. Novos negócios escapam à logica do capitalismo e sugerem um estilo de vida mais inclusivo e menos focado em acúmulo de capital.

Beleza feita em casa, autonomia e empoderamento

TRANScenGENDER

Em um cenário onde o consumo de cosméticos ainda é muito pautado pelo marketing, algumas mulheres resolvem assumir uma beleza mais natural e trocar a prateleira de cosméticos por produtos feitos em casa. É um comportamento lowsumer que implica em uma troca de moeda: paga-se pela qualidade e não pela marca. Possibilidades envolvem produtos não testados em animais, receitas veganas ou fórmulas totalmente naturais.

Comunicação e igualdade de gênero: além da estratégia publicitária

TRANScenGENDER

Campanhas sexistas têm sido alvo constante de denúncias e maculado a imagem de marcas tradicionais. Cada vez mais, igualdade de gênero é uma questão que impacta nas escolhas de consumo: é hora das marcas ajudarem a libertar as mulheres sem criar novos estereótipos de mulheres-modelo. Mais do que abordar o empoderamento como estratégia publicitária, é preciso abraçar o assunto de um jeito verdadeiro, palpável e honesto.

Tecnologia além do binarismo: ele, ela ou ciborgue?

TRANScenGENDER

Na tecno-cultura contemporânea, envelhecem as tecnologias que incorporam valores dualistas e utilizam-se de estereótipos depreciativos. Em seu lugar, brilham experimentações que virtualizam a identidade humana e expandem a multiplicidade das representações. O desenvolvimento biotecnológico enxerga o gênero como uma restrição limitadora para o potencial humano.

Medicina Integrativa e o poder da cura que vem de dentro

Lowsumerism

A doença não é mais o foco de estudo, mas o indivíduo em sua totalidade — mente, corpo e espírito. O paciente passa a ser visto como o principal responsável por sua melhora e é conduzido a entender que a cura vem de dentro para fora, e não o contrário. Neste processo, a busca pelo simples e natural ganha força.