Goody, Tops
01 de fevereiro de 2012 por Vinicius Perez

Chevrolet transforma outdoors em bolsas

A Chevrolet decidiu transformar os outdoors em bolsas, junto com material de cintos de segurança também reciclados, em vez de simplesmente jogar o anúncio fora.

Chevrolet Canada

Comente
Design, Música
20 de dezembro de 2010 por Desirée Marantes

50 anos de tipografia em capas de disco

Aqui

Comente
Tecnologia
22 de julho de 2013 por Eduardo Biz

Canary e a realidade das casas inteligentes

Casas inteligentes e a Internet das Coisas são realidades cada vez mais próximas do nosso cotidiano. O Canary é um exemplo bem vivo disto!

Trata-se de um aparelho multi-sensorial de segurança, que aprende a rotina do lar e oferece alertas de atividades suspeitas.

A invenção, que está em crowdfunding no Indiegogo, é capaz de gerar dados a partir de sensores que trackeiam tudo que acontece na casa, desde horários de movimentação até a temperatura padrão. Quando percebe que algo está fora do normal, seu dono é avisado através de um app no celular.

O valor no crowdfunding é de US$149 e, pelo andar da carruagem, o Canary promete virar uma febre, como aconteceu com o termostato Nest.

Comente
Design, Tecnologia
11 de junho de 2010 por Vinicius Perez

Infográfico: what the tweet?

Infográfico da GOOD sobre a origem das informações compartilhadas em blogs e Twitter.

Comente
Tecnologia
03 de agosto de 2012 por Desirée Marantes

Take a look at me now

Muito interessante essa mistura de instagram com geolocalização e uma noção do quanto nossas vidas podem estar expostas na internet. O This is Now funciona como um agregador de fotos de determinadas cidades, todas puxadas através do instagrão e publicadas no site deles. Confesso que fiquei uns 10 minutos olhando para o feed e esperando ver se aparecia foto de alguém conhecido.

Tem de São Paulo e algumas outras cidades como Londres, Nova Iorque, Tóquio e Sydney.

 

Comente
Design
27 de junho de 2011 por Niege Borges

Moody Couch

Moody Couch, da designer Hanna Emelie Ernsting, é um sofá com flexibilidade, que pode ser modificado de acordo com as necessidades e humor do usuário. Aqui tem um vídeo que mostra as maneiras possíveis de se aninhar no sofá.

1 Comentário
Música
09 de junho de 2009 por Desirée Marantes

O que seria da vida sem discos vazando a torto e a direito ?

GrizzlyBear1

Grizzly Bear

3 Comentários
Comunicação, Goody
27 de junho de 2013 por marimessias

VirtualPride.org

VirtualPride é uma iniciativa criada para demonstrar apoio para a comunidade LGBT Russa, que não pode fazer paradas de orgulho em Moscou nos próximos 100 anos (!!), entre outras coisas igualmente ridículas.

Para garantir o lugar na manifestação virtual é só entrar no site ou twittar usando #virtualpride. Os tweets vão aparecer em balõezinhos, como se fossem a fala de manifestantes virtuais.

Criada pela NYCPride e pela M&C Saatchi de Nova Iorque, ela  e rolará no dia 30, paralelamente a Parada do Orgulho de NY.

Comente
Arte, Comunicação
15 de julho de 2010 por Desirée Marantes

Facebook é coisa do demônio?

Saiu o trailer oficial do filme The Social Network.

Deu um medinho.

4 Comentários
Educação, Ponto e Vírgula, Tecnologia
17 de maio de 2011 por marimessias

|> Play

Post Mágico

Meses atrás o co-fundador do Paypal, Peter Thiel, anunciou que daria bolsas de 100,000 dólares para empreendedores com menos de 20 anos, contanto que eles largassem a faculdade. Muita gente ficou chocada com a idéia e acusou Thiel (que também é investidor do Facebook desde os primórdios), de sofrer de narcisismo capitalista, entre outras.

Claro, Thiel tem um histórico de idéias e atitudes pouco convencionais, como apoiar pesquisas para aumento da expectativa de vida (até uns mil anos ta bom pra eles) e ser um dos diretores do movimento Seasteading, que incentiva a criação de comunidades flutuantes, sem leis e baseadas em associações voluntárias.

I no longer believe that freedom and democracy are compatible

Ao criar essa bolsa ele ainda disse que as universidades, como os governos, custam mais do que valem, além de nos afastarem da vida real. Mas ele não está só nessa luta, outro empreendedor, Cameron Herold fala como o sistema de ensino é focado em nos treinar para escolher os bons empregos, como ser advogado ou médico, e nos faz ver uma realidade limitada que, obviamente, não é para todos.

Lessig chama esse novo momento de “século de trocas“, onde mais (quase) ninguém tem a proteção e a segurança de grandes instituições e a liberdade de informação/criação faz com que todos sejam consumidores e produtores. Então nem é de se admirar que a maior parte das pessoas fique assustada diante de opiniões tão diferentes (que vamos chamar aqui de anarco-libertária) e ache que coisa boa não pode sair daí.

E é sobre esse medo das revoluções que começam no mundo digital e tomam conta de todos os âmbitos da nossa vida que fala o filme PressPausePlay.

Abaixo rola ver essa animação feita em cima do depoimento do Seth Godin para o filme. Nele Godin fala do processo de produção e lançamento do seu livro  Unleashing the Ideavirus, que defende que idéias free são disseminadas mais rápido. E como, partindo de uma idéia, ele alterou sua visão como autor e sobre a maneira de publicar livros. Além disso, ele fala que a troca com os leitores foi essencial.

Uma das grandes perguntas lançadas pelo filme é a grande pergunta de muitos de nós: será que essa universalização gera produtos melhores, afinal? Será que, de fato, um empreendedor vai fazer bonito se largar a faculdade e investir na sua idéia?

Eu acredito que todas as épocas tem todos os tipos de produção, boa ruim mediana, mas é em períodos de efervescência que todos somos incitados a pensar melhor, agir melhor, produzir melhor e ser mais criativos. E em todos os momentos de muita criatividade e revolução, as instituições devem ser repensadas (e elas tem sido), como nós nos repensamos, ou deixam de nos representar e de falar conosco. Mais ou menos como diz no PPP:

The teachers aren’t certified schools anymore — it’s web sites, discussion forums and a “learn by doing”-mentality. We see the children of a digital age, unspoiled or uneducated depending on who you ask. Collaboration over hierarchy, digital over analog — a change in the way we produce, distribute and consume creative works.

O filme tá por aí, quem foi ao SXSW viu. Mas ainda não chegou por aqui. Ao menos nos cinemas.

Mais trechos depois da curva.

1 Comentário