Playing Reality

/

por Eduardo Biz

Nas últimas décadas, instaurou-se no mundo uma mentalidade seamless que desfez as costuras entre on e off, questionando as barreiras que costumavam dividir o real e o ficcional. Múltiplas realidades e planos passaram a coexistir em um jogo de realidades no qual o que é fictício se alimenta da vida real, e vice-versa.

Leia o report completo sobre Playing Reality.

Versão resumida ×

Exibir texto integral

Comente

Mudando de assunto...

Representatividade criativa: 6 vozes que inspiram diálogos inclusivos

Unclassed

Na possibilidade de representar e incluir pessoas que ainda não ocupam o seu merecido lugar em campanhas e projetos, há bastante desafio. Justamente por ser tão desafiador, é também cenário potente para repensar a criatividade no Brasil. Para quem enxerga oportunidade nesse contexto, é fundamental compreender que, mais do que ter um discurso inclusivo, é preciso ter uma prática inclusiva, aproximando-se de pessoas que vivem essas realidades ainda pouco representadas.

O mito da geração empreendedora

Empurpose

Aos millennials foi dada a tarefa de consertar tudo o que estava errado — em um toque de mágica, essa geração seria capaz de inovar como nunca. Mas o que se descobriu nos últimos anos é que nunca uma geração empreendeu menos que os nascidos no fim dos anos 1980 e metade dos anos 1990. O que deu errado?

Evolução: Outras propostas para você e para o mercado em relação ao ASMR

Lowsumerism

Umas semanas atrás, falamos sobre algumas teorias de áudio ambisônico, batidas ou sons binaurais no papo sobre a música em 8D que tomou as redes sociais; fato é que por trás da “mágica” ilusória de uma música que causa sensação de andar por dentro de nossas cabeças, temos teorias e aplicações. E seguindo os resultados…