Unfashion

/

por Eduardo Biz

Trata-se de uma subsversão em que a própria moda cobra de si valores como autenticidade individual, memória e consumo durável. O movimento Unfashion propõe que as roupas deixem de ser apenas objetos para se transformarem em sujeitos que constroem com as pessoas uma relação mais emocional.

Leia o report completo.

Versão resumida ×

Exibir texto integral

Comente

Mudando de assunto...

Cinema como perpetuação da mentalidade consumista

Lowsumerism

Até onde vão as similaridades de um filme com uma peça de fast fashion? O excesso de títulos lançados e a rapidez do rodízio nas salas empurra os espectadores a não terem tempo suficiente sequer para digerir os significados da história, pois o próximo imperdível já entra em cartaz. Assistir, ou não, a um filme é um ato profundamente conectado com as emergências do mundo atual.

GenExit: a geração pós-Personal Brand

 

Em tempos digitais, a individualidade é expressa através de Personal Brands, ou marcas pessoais — você é o que você posta, não necessariamente o que você vive. Mas para muitas pessoas, o feed deixou de ser uma inspiração para se tornar um lembrete diário de que você poderia — ou deveria — estar mais feliz. GenExit parte de um ponto de vista pragmático e realista: experimentar novas possibilidades identitárias que sejam mais livres e menos deterministas.

Realidade imersiva e o futuro do pornô

Playing Reality

A interação passa a ser parte fundamental da pornografia: as pessoas querem ser protagonistas, e não apenas voyeurs de suas fantasias. Novas tecnologias estão viabilizando este estreitamento entre fantasia e interatividade, rompendo com o modo como se consome pornô e se encara sexo.